Endodontia

O que é endodontia?
A endodontia ou tratamento de canal é a remoção da polpa do dente, um pequeno tecido semelhante a um fio que fica no interior do dente. Depois que a polpa danificada, infeccionada ou morta é removida, o espaço restante é limpo, modelado e preenchido. Esse procedimento sela o canal radicular. Antigamente, os dentes com polpa infeccionada ou afetada eram extraídos. Hoje em dia, o tratamento de canal salva muitos dentes que, normalmente, seriam perdidos.

As causas mais comuns de danos ou morte da polpa são:

Dente trincado
Cárie profunda
Uma lesão no dente, como uma forte pancada, recente ou antiga
Quando a polpa infectada ou morta não é tratada, pode ocorrer acúmulo de pus na ponta da raiz dentária, dentro do osso alveolar, formando um abscesso. Um abscesso pode destruir o osso ao redor do dente e causar dor.

Como é feito o tratamento de canal?
O tratamento de canal consiste em diferentes etapas que ocorrem em várias consultas, dependendo da situação. As etapas são:

Primeiro, é feita uma abertura na parte de trás de um dente anterior ou na coroa de um molar ou pré-molar.
Depois que a polpa infeccionada é removida (pulpectomia), a câmara pulpar e os canais radiculares são limpos, alargados e modelados como preparo para a restauração.
Se for necessária mais de uma consulta, é feita uma restauração provisória na abertura da coroa para proteger o dente entre as consultas.
A restauração provisória é removida e a câmara pulpar e o canal radicular são restaurados permanentemente. Um material em forma de cone, feito de borracha, chamado guta-percha é inserido em cada um dos canais e geralmente é selado no local com cimento endodôntico. Às vezes, um pino de plástico ou metal é colocado no canal para dar apoio estrutural.
Na etapa final, geralmente é colocada uma coroa sobre o dente para restaurar seu formato e aparência naturais. Se o dente estiver muito destruído, pode ser necessário colocar um pino cimentado no canal antes da confecção da coroa.
Quanto tempo durará o dente restaurado?
Os dentes tratados e restaurados podem durar a vida inteira se receberem os devidos cuidados. Como a cárie dentária ainda pode ocorrer nos dentes tratados, uma boa higiene bucal e avaliações dentárias regulares são necessárias para evitar problemas futuros.

Como não há mais polpa para manter o dente vivo, os dentes com tratamento de canal podem se tornar quebradiços e mais propensos a fraturas. Esse é um aspecto importante a ser considerado ao decidir entre uma coroa ou restauração após o tratamento de canal.

Para determinar o sucesso ou fracasso do tratamento de canal, o método mais confiável é comparar os novos raios-X com os obtidos antes do tratamento. Essa comparação mostrará se o osso continua sendo destruído ou está sendo regenerado.

Add Your Comment